Filadelfo Sabino de Azevêdo (Fila)

Momentos. Florescência... vaidade é acinte... sonho é andejo... dê-lhes asas e voe

Textos

MOMENTOS (Florescência) Liberdade
MOMENTOS (Florescência) Liberdade
    



                                       LIBERDADE
                                                                                Fila Sabino


Ser livre é ser momento
É ter um lápis na mente
E na mão uma ideia
É pisar qualquer estrada
Ter mãos dadas com o repente
É ser cativo do nada

Ser livre é ser amante
É ter a mão orfertante
Recheada de carinho
É ser gesto instantâneo
Ser um e ser rebanho
Ser canto de passarinho

Ser livre é ser semente
É brotar em qualquer ventre
E ser mão livre a colher
É ser bondade imanente
E poder ser bem mais gente
Do que sempre se pode ser

Ser livre é ser canção
Entoada em qualquer voz
Regida por qualquer mão
É banhar em qualquer fonte
É ter certeza na fronte
Pertencer a qualquer chão

Ser livre é ser poente
Morrer tão calmamente
E poder ressuscitar
É ter coração aberto
E poder estar mais perto
Do que sempre se pode estar

Ser livre é ser criança
Semente de esperança
Cultivo de humildade
É ser seio saciante
É ser veio constante
Jorrando vida e verdade

Ser livre é ser infinito
Ser o fora sendo o centro
Ser o sempre sendo o agora
É ser voo sem pássaro dentro
É ser voz e pensamento
É ser razão e equilíbrio

LIVRE é ser chuva serena
Surgindo extraterrena
Pra raiz de qualquer flor
É desaguar em qualquer rio
Rumar por qualquer desvio
Banhar tez de qualquer cor!
Fila Sabino Azevedo
Enviado por Fila Sabino Azevedo em 18/01/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras